Um homem, A. A. M., 35 anos, segundo depoimentos e informações de populares, descrias no Boletim de Ocorrências (BO), confeccionado na 1ª Delegacia de Polícia, foi salvo-pelo gongo, ou melhor pelo amigo.

Tudo teria acontecido em uma conveniência no bairro Vila Mariana em Rondonópolis-MT, por volta das 21h45. Segundo depoimento do suspeito, C. A. B., de 28 anos, depois que a vítima o teria ofendido, C. A. B. teria deixado a conveniência onde os dois estavam bebendo e ido até a sua casa buscar uma pistola calibre 7.65 mm. Ao chegar de volta ao estabelecimento comercial, C. A. B. se dirigiu até a vítima e apontou a arma para o peito de A. A. M., mas antes mesmo de efetuar os disparos, apareceu um terceiro homem, identificado apenas como Felipe e se atracou com o suspeito impedindo que esse atirasse na vítima, durante a briga, a arma teria disparado algumas vezes, mas ninguém no local ficou ferido.

Leia também:  Após curto circuito, Gabinete de Vice-Governador de MT pega fogo

C.A. B. então fugiu em um Volkswagen Saveiro de cor vermelha. Ao iniciar rondas pelas imediações uma viatura da PM, foi abordada por uma terceira pessoa, que disse saber onde morava o suspeito e também a mãe dele. De imediato viaturas da Região Aurora, foram até a casa de C. A. B. e de sua mãe, mas ele não foi localizado, mas aquele não era realmente o dia do suspeito.

Segundo relatos dos PMs da guarnição da Villa Aurora, ao deixarem a casa da mãe do suspeito para voltarem as rondas, se depararam com um veículo Saveiro vermelho saindo de uma garagem, ao abordarem o motorista e o passageiro, C. A. B. admitiu ser o autor dos disparos. Questionado sobre a localização da arma, C. A. B. informou aos PMs, que ela teria ficado em poder de Felipe após a briga na conveniência.

Leia também:  Vítima tem moto roubada enquanto trabalhava em obra no Olga Maria

Após a detenção de C. A. B., a PM realizou revistas na casa do suspeito, de sua mãe e do passageiro que acompanhava o suspeito na hora da prisão, mas a pistola não foi localizada. Depois de confeccionado o BO, C. A. B. foi entregue a Polícia Judiciária Civil para as devidas providências.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.