Imagem: Caminhonete F 4000 recuperada pela policia - Foto: Varlei Cordova/ AGORA MT
Caminhonete F 4000 recuperada pela policia – Foto: Varlei Cordova / AGORA MT

Um motorista de uma caminhonete Ford F-4000 foi vítima de roubo e cárcere privado na tarde desta quinta-feira (03) em Rondonópolis e segundo a Delegacia Especializada de Roubos e Furtos, tudo planejado por Rubens Félix Honório, um cadeirante de 29 anos, que já é conhecido pela polícia e tem passagens e prisões ligadas ao tráfico de drogas.

O fato é que a vítima, acabou caindo no golpe do falso frete, quando marginais por telefone contratam motoristas e seus veículos para fazerem um pequeno transporte e quando chegam ao local combinado pelos bandidos acabam sendo rendidos e roubados.

No caso de ontem, após roubarem a F-4000, por volta das 14h, ela foi levada para o pátio de um posto de gasolina as margens da BR-364 e ela ficou lá até que um casal, identificado como Cleusio de Sousa Silva, 36 anos e Rosana Maria de Souza, 46 anos. A dupla teria sido contratada por Rubens e este pagaria R$ 650 Rubens para que os dois levassem a caminhonete até o Paraguai.

Leia também:  Usando o mesmo carro para cometer roubos e furtos, suspeito é preso pela Polícia

O que os suspeitos não sabiam, é que a F-4000 tinha instalada um rastreador e após vários telefonemas, feito pela esposa do motorista, sem sucesso de reposta, ela descobriu através do rastreador, que a caminhonete já estava na cidade de Sonora/MS. Imediatamente a esposa da vítima, procurou os policiais civis de plantão da 1ª Delegacia de Polícia, que começaram a rastrear o veículo, já contando com apoio da Polícia de Mato Grosso do Sul e de investigadores da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Rondonópolis (Derf), que ainda na madrugada de quinta (03) para sexta-feira (04) já seguiam em direção a cidade de Sonora.

Ao efetuarem a prisão do casal, os dois confessaram o crime e entregaram Rubens como autor intelectual do crime e revelaram ainda, em depoimento, que pelo menos mais duas pessoas teriam participação no crime, já que a F-4000 lhes fora entregue no posto de combustível na presença de dois elementos.

Leia também:  Família é assaltada na calçada de casa por homens armados

Com a revelação de que Rubens estaria envolvido no roubo e cárcere privado da vítima, outro grupo de policiais civis da Derf, foram até a casa do cadeirante e efetuaram a sua prisão em flagrante. “Com a prisão de Rubens conseguimos descobrir o local do cativeiro da vítima e aí pudemos libertá-la” revelou o delegado titular da Derf, Gustavo Belão.

Segundo o delegado as investigações ainda estão em andamento, já que no cativeiro existiam duas pessoas fazendo a “guarda” da vítima, até que a caminhonete chegasse ao seu destino. “Ainda é cedo para afirmar, mas é bem possível que as duas pessoas que faziam a guarda da vítima sejam as mesmas que estavam no posto de combustíveis na hora da entrega da F-4000 ao casal encarregado de leva-la para o Paraguai”, disse.

Leia também:  Mototaxista morre em acidente na BR-364 enquanto seguia para velório da mãe

Gustavo Belão também não descarta que a F-4000 seria apenas uma moeda de troca na compra de drogas no Paraguai, “Existe a possibilidade de que o veículo tenho sido roubado para servir como moeda de troca por drogas no Paraguai, inclusive, porque o mentor intelectual do plano (Rubens), já esteve preso por tráfico de drogas e deixou a cadeia há aproximadamente 20 dias”, ponderou.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.