Imagem: Avião da ChapecoenseO avião que transportava a delegação da Chapecoense para Medellín, na Colômbia, sofreu um acidente na madrugada desta terça-feira (29), informam autoridades colombianas. O prefeito Frederico Gutierrez disse que o acidente matou ao menos 25 pessoas. Há sobreviventes. O avião da LaMia, matrícula CP2933, decolou de Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, com 81 pessoas a bordo: 72 passageiros e 9 tripulantes.

Um dos jogadores resgatados com vida cheg ao hospital San Vicente de Paúl de Rionegro
Um dos jogadores resgatados com vida chega ao hospital San Vicente de Paúl de Rionegro

Por enquanto, sobreviventes foram identificados o lateral Alan Rushel e os goleiros Marcos Danilo e Jackson Follmann.

Segundo a imprensa local, a aeronave com o time catarinense perdeu contato com a torre de controle às 22h15 (local, 1h15 de Brasília) e caiu ao se aproximar do Aeroporto José Maria Córdova, em Rionegro, perto de Medellín.

Delegação da Chapecoense a bordo do avião - Foto: Jornal La Libertad / Colombia
Delegação da Chapecoense a bordo do avião – Foto: Jornal La Libertad / Colombia

Os jogadores da equipe de Santa Catarina são os goleiros Danilo e Follmann; os laterais Gimenez, Dener, Alan Ruschel e Caramelo; os zagueiros: Marcelo, Filipe Machado, Thiego e Neto; os volantes: Josimar, Gil, Sérgio Manoel e Matheus Biteco; os meias Cleber Santana e Arthur Maia; e os atacantes: Kempes, Ananias, Lucas Gomes, Tiaguinho, Bruno Rangel e Canela

Segundo a rede de “TV Caracol”, a aeronave sobrevoava as cidades de La Ceja e Abejorral quando sumiu do radar.

Avião que transportava a Chapecoense ficou completamente destruido
Avião que transportava a Chapecoense ficou completamente destruído

Uma operação de emergência foi ativada para atender ao acidente. A Força Aérea Colombiana dispôs helicópteros para ajudar em trabalhos de resgate, mas missões de voos foram abortadas nesta madrugada por causa das condições climáticas. Choveu muito na região na noite de segunda, o que reduziu muito a visibilidade.

Equipes chegaram ao local do acidente por terra, mas o acesso à região montanhosa é difícil e a remoção é lenta.

ATUALIZAÇÃO – 6H28

De acordo com agência internacional Reuters, uma autoridade colombiana já confirmou que o número de mortos chegou ao número de 76.

Dos seis sobreviventes encaminhados para o hospital, um não resistiu aos ferimentos e três já foram identificados, o lateral Alan Rushel e os goleiros Marcos Danilo e Jackson Follmann.

Se confirmada oficialmente a noticia divulgada pela Reuters, não há mais esperança de se encontrar sobreviventes, pois a bordo do avião que se partiu em três ao tocar no chão, estavam 72 passageiros e nove tripulantes.

Leia também:  Acidente mata mais de 30 pessoas e treze ficam feridas na China

 ATUALIZAÇÃO – 6H52

A auxiliar de voo Ximena Suárez está entre os sobreviventes da queda do avião e já esta sendo atendida no hospital San Vicente de Paúl da cidade de Rionegro.

ATUALIZAÇÃO – 6H57

O Corpo de Bombeiros da Colombia informou agora a imprensa, que já está no local, que não houve explosão da aeronave graças ao piloto, que antes de tentar o pouso forçado depois de uma pane elétrica decidiu alijar (jogar fora) todo o combustível e isso evitou a explosão.

ATUALIZAÇÃO – 8h07

A pouco a rádio Caracol da Colômbia informou que mais um jogador foi encontrado com vida, o nome não foi revelado e ainda não há confirmação oficial.

Por enquanto, oficialmente, só cinco pessoas sobreviveram ao acidente.

Comissaria de bordo Ximena Suarez Azafata
Comissaria de bordo Ximena Suarez Azafata
Os jogadores Danillo Padilha e Alan Rushel
Os jogadores Danillo Padilha e Alan Rushel
Rafael Henzel - Jornalista
Rafael Henzel – Jornalista
Jakson Follmann - Goleiro
Jakson Follmann – Goleiro

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ATUALIZAÇÃO – 8h25

O zagueiro da Chapecoense, Neto
O zagueiro da Chapecoense, Hélio Neto

Segundo a rede de TV colombiana, Telemedellin, mais um sobrevivente foi encontrado nas ferragens da aeronave. Trata-se do zagueiro Hélio Neto. Segundo a própria TV a informação seria do comandante de polícia da cidade onde ocorreu o acidente.

 

ATUALIZAÇÃO – 8h43

Foi emitida uma nota oficial pelo Departamento de Aviação Civil da Colômbia, elevando o número de cinco para seis sobreviventes.

A todo o instante novas informações sobre vitimas e sobreviventes são divulgadas, mas estes são os dados oficiais.

lateral Alan Rushel e os goleiros Marcos Danilo e Jackson Follmann, a comissária de bordo Ximena Suarez Azafata, o jornalista Rafael Henzel e o zagueiro Neto.

ATUALIZAÇÃO – 10h07

O goleiro da Chapecoense Danilo, de 31 anos, que chegou a ser resgatado e socorrido após a queda de um avião na Colômbia, na madrugada desta terça-feira (29), não resistiu aos ferimentos e morreu, segundo a Cruz Vermelha e a empresa de logística que estava em contato com a Chapecoense.

Segundo as autoridades colombianas, com a morte de Danilo sobe para 76 o número de mortos no acidente e agora são cinco sobreviventes.

O pai do goleiro Danilo, Eunício Padilha, disse que chegou a receber um comunicado oficial que dizia que o filho estava bem. Pouco tempo depois, a família recebeu a informação da morte por notícias de televisão.
Às 10h15, havia grande concentração de vizinhos e amigos na casa da família, em Cianorte, no noroeste do Paraná. A mãe do goleiro, Alaídes Padilha, passou mal e foi atendida pelo Samu.
“Meu coração está despedaçado. Estou sofrendo muito. É muito difícil. Eu jamais achei que eu fosse passar por esse momento. Eu não consegui assimilar ainda. O desespero está muito grande. Não está sendo fácil porque é complicado. A gente não tem notícias concretas. Cada um passa uma notícia diferente a cada minuto”, disse a mãe do goleiro.

Leia também:  Caminhão-tanque cheio de gasolina tomba por excesso de velocidade e mata 148 pessoas no Pasquitão

ATUALIZAÇÃO – 10h26

As autoridades colombianas acabam de confirmar que 35 corpos já foram resgatados e serão encaminhados para a cidade Medellin, onde serão entregues para identificação oficial. Entre os sobreviventes também surgiu agora o nome do técnico da aeronave Erwin Tumiri.

ATUALIZAÇÃO – 10h32

Veja quem foram e em quais veículos de comunicação trabalhavam os profissionais de imprensa que morreram na tragédia.

O ex-jogador Mario Sergio Pontes de Paiva, que atuava como comentarista da Fox Sports, está entre as vítimas da queda do avião que levava o time da Chapecoense para Medellín, onde seria disputada nesta quarta-feira a primeira partida da final da Copa Sul-Americana, contra o Atletico Nacional. Além dele, outros 21 jornalistas brasileiros também estavam no voo. Entre eles, Rafael Henzel, da Rádio Oeste Capital, de Chapecó, que é um dos resgatados com vida.

Os 20 jornalistas na lista de vítimas do voo são de TV Globo (o repórter Guilherme Marques, o produtor Guilherme van der Laars e o cinegrafista Ari Jr.); da Fox Sports (o narrador Deva Pascovicci, o comentarista Paulo Julio Clement, o repórter Victorino Chermont, além de Rodrigo Gonçalves e Lilacio Pereira Jr.); da RBS, a afiliada da Rede Globo na região Sul (Giovane Klein, Bruno Mauri da Silva, Djalma Araújo Neto e André Podiacki); do Globoesporte.com (Laion Espíndola); e de rádios catarinenses (Renan Agnolin, Fernando Schardong, Edson Ebeliny, Gelson Galioto, Douglas Dorneles, Jacir Biavatti).

MÁRIO SÉRGIO MARCOU ÉPOCA

Imagem: foxMário Sérgio tinha 66 anos e foi um dos grandes jogadores do futebol brasileiros nos anos 1970. Carioca, começou no Flamengo mas destacou-se pela primeira vez no Vitória. Depois, passou por Fluminense e Botafogo até chegar ao Internacional, onde teve grande brilho. Seus principais títulos foram conquistados por equipes de Porto Alegre: o de campeão brasileiro em 1979, pelo Inter, e de campeão mundial, pelo Grêmio, em 1983. Pelo Fluminense, Mário Sérgio foi bicampeão carioca em 1975 e 1976, no time que ficou conhecido como a Máquina Tricolor.

Leia também:  Nobel da Paz, Liu Xiaobo morre nesta manhã na China

Pela seleção brasileira, Mário Sérgio disputou oito partidas. Depois de se aposentar dos gramados, ele foi técnico durante 17 anos, tendo dirigidos times como Corinthians, Botafogo e Internacional, entre outras equipes do futebol brasileiro.

Além da grande habilidade, considerado um craque, Mário Sérgio marcou sua carreira também pela personalidade forte que mostrava em campo. Conhecido pelas declarações polêmicas e alguns casos de indisciplina, foi um jogador que marcou sua época no futebol brasileiro.

PANORAMA ESPORTIVO

Imagem: Paulo Julio ClementPaulo Julio Clement trabalhou no GLOBO entre os anos 1980 e 1990, quando foi repórter e também foi titular da coluna Panorama Esportivo. Ele também dirigiu o jornal “Marca Brasil” e foi assessor de imprensa do ex-jogador Ronaldo Fenômeno. Paulo Julio era comentarista do Fox Sports desde o começo das transmissões do canal no Brasil, em fevereiro de 2012.

ATUALIZAÇÃO – 11h28

O diretor clinico do hospital San Juan de Dios  na cidade de La Ceja, onde estão internados o jornalista Rafael Henzel e o zagueiro Hélio Neto, acaba de divulgar um boletim médico sobre o estado de saúde dos dois internados.

De acordo com o médico, Rafael Henzel, está neste instante na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), mas seu estado é estável. Já o zagueiro Hélio Neto está neste momento passando por uma cirurgia. O estado do atleta é gravíssimo e há indícios de um hematoma no crânio. Segundo o médico a cirurgia deve durar no mínimo quatro horas. “As boas condições físicas do atleta o mantiveram vivo até agora e nos deram condições de iniciar a cirurgia”, declarou.

 

 

 

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.