Erika, que participa pela primeira vez no JUBs, compete pela Seleção Brasileira e já ganhou o Sul-Americano por quatro vezes, a atleta também com 23 anos, fez o tempo de 38min 19seg. O resultado foi dentro de sua expectativa. “Eu não pensava que ia ganhar, mas já imaginava que ficaria entre as três primeiras. Meu objetivo era brigar pra ganhar. Venho treinando especificamente para correr rua e, hoje, corri forte”, disse.

No masculino, a prata ficou com Raphael Magalhães Moura, da Unip/SP, que fechou o percurso em 33min 40 seg. “O Jubs é uma oportunidade para a gente, como atleta, prosseguir nesta carreira dentro do esporte. Podemos fazer um curso superior e a faculdade ainda nos dá esta oportunidade de praticar esporte profissionalmente .”.

Leia também:  Cuiabá Arsenal faz vaquinha para viajar à semifinal no Nordeste

O bronze foi conquistado por Patrick Aguinaldo Barbosa, da Univali-SC. Ele completou a prova com o tempo de 34 min 54 segundos, o atleta de 19 anos atualmente corre 1500 metros. O atleta, que foi vice-campeão brasileiro sub 20 nos dez mil metros em 2015 e é o atual campeão brasileiro e recordista sub 20 nos 1.500 metros

“Agora é que comecei a fazer uma adaptação para correr cinco mil, dez mil, essas provas de rua. Particularmente, eu gosto mais de correr no calor. Senti mais o peso das pernas”, contou Patrick.

Na competição feminina, completaram o pódio, ao lado de Erika, July Ferreira da Silva, da Unip/SP, em 2º lugar com o tempo de 39min e 35 seg, e Elaine Nascimento Gama, representou as Faculdades Unidas do Vale do Araguaia Univar-MT, no 3º lugar, com o tempo de 42 min e 51 seg.

Leia também:  Jogador revelado pelo REC marca contra o Flamengo

July foi campeã nos 800 metros e pegou segundo nos 1.500 metros no Troféu Brasil 2016. Persistente conta que ficou a dois segundos para o índice das Olimpíadas Rio 2016 nos 800 metros.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.