Imagem: Detran Dia Mundial das vítimas de transito
Foto por: CEPT/DETRAN/MT

Cerca de 50 mil pessoas morrem anualmente no trânsito no Brasil e 90% dos acidentes ocorrem por causas comportamentais. Para promover um momento de reflexão sobre este grave problema, a equipe da Gerência de Ações Educativas de Trânsito do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT) promove, neste domingo (20.11), uma ação no Dia Mundial em Memória às Vítimas de Acidentes de Trânsito no posto da Polícia Militar na rodovia MT-251, a estrada de Chapada.

Somente em Cuiabá, 77 pessoas foram vítimas fatais no trânsito em 2015. “Como um alerta aos condutores colocamos em volta do posto policial uma cruz representando cada vítima. Essa rodovia ceifa muitas vidas e a única ação que pode mudar essa realidade é a mudança de comportamento do condutor”, diz Rosane Gerda, gerente de Ações Educativas do Detran.

Leia também:  Alto Araguaia | Exportação cai 11% no mês de julho

De acordo com a gerente serão distribuídos laços pretos simbolizando o luto das famílias e ao mesmo tempo os condutores receberão orientações sobre atitudes seguras no trânsito.

A ação é realizada pelo Detran em parceira com o Batalhão de Trânsito da Polícia Militar. O Dia Mundial em Memória às Vítimas de Acidentes de Trânsito é lembrado sempre no terceiro domingo de novembro.

Ações à longo prazo

A segurança no trânsito é um dos objetivos do desenvolvimento sustentável para 2030, e a ONU espera reduzir em 50% o número de vítimas de acidentes até 2020.

De acordo com Organização Mundial de Saúde (OMS), cinco fatores são considerados de maior risco no trânsito: a alta velocidade, a condução sob efeito do álcool, a negligência, a falta do uso de cinto de segurança e de assentos para criança.

Leia também:  Agenda cultural tem peças infantis, exposições e filmes gratuitos
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.