Imagem: Wilton Alves 2
Foto: reprodução

O diácono Wilton Alves de Oliveira da Paróquia São Sebastião do município de Novo São Joaquim – MT (337 km de Rondonópolis) desapareceu no Rio das Mortes enquanto tentava chegar a uma pedra que fica no meio do rio, na tarde de ontem (31).

Imagem: Wilton Alves
Foto: reprodução

Ele estava acompanhado de amigos em uma região conhecida como Fazenda Flor da Mata, nesse local as pessoas se reúnem para tomar banho e pescar. De acordo com o investigador de Polícia, Glabemir César da Gama Figueiredo, o diácono entrou no rio por volta das 15h de ontem e ao tentar fazer uma travessia para chegar até uma pedra pode ter se cansado e acabou sendo levado pela correnteza.

Leia também:  Após passar a noite em festa com amigos, mulher denuncia abuso sexual

Segundo o investigador, o rio é bem traiçoeiro e que por isso já leva esse nome de ‘Rio das Mortes’. O Corpo de Bombeiros de Barra do Garças foi acionado e deve iniciar as buscas nesta manhã. Moradores fizeram buscas nas proximidades, mas não localizaram o diácono.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.