Imagem: Erimar Bezerra
Foto: assessoria

Em parceria com o Centro Nacional de Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais (Cemaden), órgão vinculado ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), a Prefeitura de Rondonópolis foi beneficiada com a instalação de uma plataforma de coleta de dados, na ponte sobre o Ribeirão Arareau, localizada na Avenida Dom Pedro II. Além da estação, também foi instalada uma régua hidrométrica (régua de madeira).

As Plataformas de Coleta de Dados (PCD) Hidrológicas têm a finalidade básica de realizar a medida, o armazenamento e a transmissão de dados hidrológicos, a partir do monitoramento do nível do rio (usando sensor tipo radar) e da precipitação (com pluviômetro de báscula). O aparelho conta com uma webcam integrada ao datalogger de maneira a permitir registros fotográficos em tempo real da situação do rio, principalmente no que diz respeito a enxurrada, erosão de margens e alagamento do núcleo urbano. Essas informações são transmitidas pelas redes de telefonia celular.

Leia também:  Falta de água nos bairros da região do Jardim Atlântico

De acordo com o coordenador da Defesa Civil de Rondonópolis, Erimar bezerra, o equipamento medirá o nível do Ribeirão Arareau. Portanto, além de monitorar o Rio Vermelho com uma régua hidrométrica, localizado na Vila Mamed, o município tem agora a oportunidade de monitorar digitalmente, em tempo real, o nível do Arareau, proporcionando as famílias ribeirinhas uma resposta mais rápida de possíveis desastres naturais.

“Um trabalho forte vem sendo realizado na cidade no sentido de retirar as famílias ribeirinhas das áreas de risco, levando-as para os conjuntos habitacionais do município. Aproximadamente 350 famílias já foram retiradas nos últimos três anos”, ressaltou Erimar.

Como parte de um esforço de ampliação de sua rede de monitoramento de desastres naturais, o Cemaden tem instalado esses equipamentos em municípios monitorados, situados em bacias com rápido tempo de resposta e alta densidade populacional.

Leia também:  Caminhão derrama óleo na pista e causa transtorno na avenida dos Estudantes

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.