Imagem: mais 100 pessoas ficaram feridas
Foto: IHA via AP

A explosão de um carro-bomba deixou oito mortos e mais de 100 feridos nesta sexta-feira (4), em Diarbaquir, a capital das zonas curdas da Turquia. As autoridades atribuíram o ataque à guerrilha do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK).

O ataque aconteceu horas depois que as autoridades detiveram ao menos 12 parlamentares em um inquérito sobre terrorismo, de acordo com a Associated Press (AP).
A explosão aconteceu cerca de 200 metros de uma prisão e de uma delegacia de polícia e afetou vários carros e casas em uma área de um quilômetro quadrado, segundo o gabinete do governador de Diarbaquir, informou a agência Efe.

O primeiro-ministro turco, Binali Yildirim, afirmou que entre os mortos estão policiais, um técnico e cinco civis. Entre os feridos, sete permaneceram internados, segundo a AP.

Leia também:  Ministra se demite de cargo após crise no governo de Portugal causado por incêndios
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.