Imagem: Geddel
Foto: Valter Campanato

O ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima, entregou na manhã desta sexta-feira (25) uma carta de demissão ao presidente Michel Temer.

Na última semana, Geddel foi acusado de ter pressionado o ex-ministro da Cultura Marcelo Calero para liberar uma obra em Salvador. Calero afirmou à Polícia Federal (PF) que, durante uma audiência no Palácio do Planalto, Temer interveio em favor aos interesses do peemedebista.

Calero, que pediu demissão na última sexta-feira (18), gravou a conversa que teve com Temer e disse que o mandatário o “enquadrou” para que ele encontrasse uma “saída” para desembargar a construção do condomínio La Vue, na capital da Bahia, em que Geddel comprou um apartamento.

Leia também:  Vereador destaca parceria com deputado estadual

Geddel é o sexto ministro que deixa o governo de Michel Temer desde que assumiu à presidência do Brasil.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.