Parece que o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), vai continuar sendo uma verdadeira mala ultrassecreta, isso porque, os coordenadores municipais da aplicação do exame, são proibidos de fornecer qualquer tipo de informação sobre as ocorrências nos dois dias de prova.

Em Rondonópolis, o coordenador municipal do exame, José Pina, de tão desinformado chegou a divulgar que qualquer informação ou questionamento sobre o Enem na cidade deveria ser consultado o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), instituto responsável pela aplicação das provas, no Rio de Janeiro.

Acontece que a assessoria de comunicação do Inep funciona em Brasília e lá o jornalista, Noel Lopes, que atendeu a reportagem do AGORA MT, informou que nenhuma informação será fornecida aos veículos de comunicação, a não ser aqueles que constam no site do instituto e que retratam apenas a realidade nacional do Exame. “Não fornecemos informações por cidades, tudo o que se precisa saber está no site do Inep e apenas por estados”, disse Noel.

Leia também:  Vídeo ostentação

Com denúncias de fraudes e até de mães acompanhadas de seus filhos, que foram impedidas para fazer a prova, fica difícil acreditar que o Enem possa se firmar em uma instituição séria em que os alunos possam confiar o seu futuro.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.