A 1ª edição do Campeonato Estadual Absoluto de Xadrez de Mato Grosso está com o período de inscrições aberto até 25 de novembro via contato telefônico. O evento, chancelado pela Federação Mato-grossense de Xadrez (FMTX), será realizado no próximo sábado e domingo, em 26 e 27 de novembro, com abertura às 08h30, no Colégio Coração de Jesus, em Cuiabá (MT). Com vagas limitadas em 64 atletas e com o total de R$ 2.000,00 em prêmios em dinheiro.

“O tabuleiro se transforma em um mundo de possibilidades e variações. Isso torna o xadrez uma guerra com a mente. Cada peça que se move abre muitas portas e você precisa encontrar qual a mais adequada para a situação. Uma partida nunca é igual a outra. Tem vezes que o adversário pensa estar com o confronto ganho em dois movimentos, mas é surpreendido com um xeque-mate em um lance’, conta Shaiene Tainara de Oliveira, 16 anos, vice-campeã brasileira dos Jogos dos Institutos Federais (JIFs) de 2016.

Leia também:  União tem desafio diante do Luverdense em Lucas

O torneio funcionará com base nas regras da Federação Internacional de Xadrez (FIDE), no sistema suíço de seis rodadas e no ritmo de jogo de uma hora mais acréscimos de dez segundos por movimento. E a classificação final será definida pela aplicação dos seguintes critérios de desempate: Buchholz Medianos, Buchholz Total, Maior número de vitórias, Sonneborn-Berger e Armagedom (partida extra de xadrez relâmpago no sistema de Morte Súbita (5’x4’).

“O xadrez é um esporte que se vence com a cabeça e não com a força física, por isso fiquei tão atraída por ele e me tornei uma competidora. Me encanta a chance de se superar a dificuldade por meio da criatividade. Lá em minha casa todos jogam. Meu pai ensinou meus dois irmãos e eu. E nós nos reunimos igual fazem os fãs de futebol, mas em função do xadrez”, diz Cristiane Francisca Castro Silva, 13 anos, membro de uma família de enxadristas.

Leia também:  Aberta as inscrições do Bolsa Atleta pelo Ministério do Esporte

De acordo com o presidente da Federação Mato-grossense de Xadrez (FMTX), Cleiton Marino Santana, o último campeonato mato-grossense oficial de xadrez ocorreu em 1999, há mais de 15 anos atrás. Segundo ele, Mato Grosso tinha uma federação que coordenava o xadrez, mas que acabou desativada. E, desde essa época, o estado não teve instituição responsável pela modalidade. Até um novo grupo retornar motivado e com planos para alavancar o xadrez.

“Nós fizemos uma assembleia com a participação de jogadores, técnicos, árbitros, associações e representantes públicos interessados no desenvolvimento do esporte. Nessa assembleia foi decidido pela reativação da FMTX. Mudamos de estatuto social e empossamos um novo grupo de diretores. Agora anunciamos a primeira edição do estadual de xadrez. E mais está por vir, em dezembro já teremos outro para menores”, diz Cleiton.

Leia também:  União e Cuiabá ficam no empate Luthero
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.