Imagem: Crivela e a esposa
Foto: Yasuyoshi Chiba/AFP

Formada em Letras, escritora e mãe dedicada – de duas mulheres e de um rapaz –, Sylvia Jane Crivella assina “O desafio de criar filhos”, que se propõe a orientar mães com princípios bíblicos. Publicado em 2014, o livro da primeira-dama do Rio custa menos de R$ 2 na internet e reacende temas controversos.

Na obra, ela cita o tsunami ocorrido três anos antes e compara a tragédia às “ondas” que, segundo ela, podem atacar as famílias: a homossexualidade, a separação e o suicídio. O G1 tentou contato com Sylvia por telefone e e-mail, mas não obteve resposta até a última atualização desta reportagem.

“Enquanto escrevia este livro, o mundo testemunhava, estarrecido, o maior tsunami de sua história. As cenas chocaram pessoas de todas as raças e de todos os credos, mas os testemunhos dos que sobreviveram têm muito a nos ensinar. Quantas famílias não foram ou estão sendo atacadas por terríveis ‘ondas’? Filhos casados que se separam; que se tornaram homossexuais; e que até atentam contra a própria vida”, enumera.

Leia também:  Empresário do PR doa pipas para alunos que tirarem nota 10 na escola

No dia seguinte à vitória de Marcelo Crivella (PRB) na eleição para prefeito do Rio, o livro passou a ser divulgado para redações de jornais e despertou tanta curiosidade quanto o do marido. Uma obra de Crivella, obtida pelo jornal “O Globo”, aponta certas religiões e gays como um “terrível mal”. “São porta de entrada para enfermidades e espíritos malignos”, escreve e cita o exemplo do filho de uma amiga.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.