Imagem: garimpoUma ação conjunta realizada nessa quarta-feira (24) em Pontes e Lacerda, entre Polícia Militar, Polícia Judiciaria Civil e Polícia Rodoviária Federal, impediu a invasão de 150 pessoas no garimpo conhecido como ‘Caldeirão’, região pertencente a Mineradora Apoena.

Após denúncia, os policiais chegaram ao local e tentaram negociar com os invasores, para que se retirassem do garimpo de forma pacífica. A negociação não teve sucesso e foi solicitado reforço para conter a multidão.

Logo depois da chegada da equipe, o grupo de pessoas resolveu subir a serra tentando passar pela barreira dos policiais. Para tentar dispersar os invasores houve disparos de advertência, bala de borracha, granadas de efeito moral e gás lacrimogêneo.

Leia também:  Cáceres | Em defesa da mãe, adolescente esfaqueia padrasto

Por volta das 07h30 desta sexta-feira (25), as forças policiais encontraram oito suspeitos que estavam a caminho do garimpo. Eles estavam em posse de cinco picaretas, uma enxada, três garrafas térmicas, uma faca e um facão. Foi apreendida também uma motocicleta.

Todos os envolvidos na invasão foram detidos e encaminhados ao Centro Integrado de Segurança e Cidadania (Cisc).

Garimpo do ‘Caldeirão’

Desde setembro de 2015 o garimpo vem sendo invadido por pessoas em atividades ilegais. O garimpo da Serra do Caldeirão já passou por duas desocupações por determinação da Justiça Federal.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.