Juary Miranda - Foto: Arquivo / AGORA MT
Juary Miranda – Foto: Arquivo / AGORA MT

Parecia que estava tudo encaminhado e o “grupo dos 11”, formado pelos partidos, PMDB, PPS, PDT, PC do B e PSC, teriam até uma certa tranquilidade para eleger o vereador Claudinho da Farmácia (PMDB) para presidente da Câmara Municipal de Rondonópolis no primeiro biênio da próxima legislatura, mas uma decisão do Partido Social Liberal (PSL) embaralhou novamente o jogo da eleição.

Acontece que o Partido, em nome da governabilidade do prefeito eleito José Carlos do Pátio (SD), resolveu deixar a chapa do “grupo dos 11” e acompanhar o grupo que servirá de base na Câmara na próxima administração.

Com a decisão do PSL, os dois vereadores eleitos, Beto do Amendoim e João do Mototáxi devem ajudar eleger o novo presidente dentro da chapa da situação nos dois primeiros anos da próxima legislatura.

Leia também:  Projeto de 2015 pode interferir em situação de residenciais
Vilmar Pimentel - Foto: Varlei Cordova / AGORA MT
Vilmar Pimentel – Foto: Varlei Cordova / AGORA MT

Por enquanto, o nome mais ventilado para ser a cabeça de chapa, é o do vereador reeleito, Hélio Pichioni (PSD), mas o nome do empresário Vilmar Pimentel (SD) e do ex-presidente Juary Miranda (SD) também estão no páreo.

Apesar da reviravolta a eleição da mesa diretora é sempre uma surpresa e até a decisão final tudo ainda pode acontecer.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.