Imagem: ambulância estavam comm paciêntes  com câncer
Foto: Guarda Civil Municipal/Divulgação

Um grupo de homens armados fez cinco pacientes com câncer e o motorista de uma ambulância de Tabatinga (SP) reféns na tarde de quinta-feira (3). Os criminosos sequestraram a ambulância para fugir da polícia após tentar roubar caixas automáticos em Novo Horizonte (SP), na região de São José do Rio Preto.
Para que o motorista parasse na rodovia, os criminosos atiraram contra o veículo, que seguia para um hospital de Ribeirão Preto.

A abordagem foi na Rodovia Victor Maida, próximo a Araraquara (SP). Depois de render o motorista, os criminosos entraram no veículo e seguiram até São Paulo, levando os pacientes como reféns.
Um dos criminosos chegou a trocar de roupa com o motorista da ambulância. Os ladrões deixaram o veículo e os reféns em São Paulo, próximo a uma favela, e fugiram em seguida.

Leia também:  Advogado se entrega em delegacia e alega estar sob efeitos de drogas quando matou companheira
Imagem: fuzil usados pelos bandidos
Foto: Guarda Civil Municipal/Divulgação

A prefeitura de Tabatinga foi avisada sobre o sequestro-relâmpago e mandou uma nova ambulância para buscar os pacientes. Contudo, no retorno a ambulância quebrou em Americana. Um carro da Diretoria de Saúde de Tabatinga buscou os pacientes e acompanhantes. A ambulância foi consertada e também retornou para cidade com o motorista.

Os policiais perseguiram a quadrilha e houve troca de tiros. Um policial militar ficou ferido na perna e dois suspeitos que estavam com coletes a prova de balas morreram. Foram apreendidos dois fuzis, uma pistola e uma arma de calibre 12.

Além do armamento, foi encontrada grande quantidade de explosivos e bolas de pregos utilizadas pelos criminosos para dificultar a perseguição policial. Cinco envolvidos foram presos até agora.

Leia também:  Jovens que participavam de baile funk são agredidos com cassetes por policiais militares
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.