Imagem: Vários objetos foram encontrados com os suspeitos
Vários objetos foram encontrados com os suspeitos -Foto: Ronaldo Teixeira/AGORAMT

Charles Gonçalves Mendes, 29 anos, André Felipe dos Santos Silva, 18 anos, Lerier Alves Pontes, 44 anos, e Daniele Schneider, 22 anos, foram detidos em uma casa no Parque São Jorge, em Rondonópolis, na noite deste sábado (19) por suspeita de envolvimento com o tráfico de drogas. A Polícia Militar recebeu várias denúncias de que nessa residência que tinha uma placa de ‘vende-se refresco’, na verdade era comercializado drogas, por isso os policiais passaram a monitorar o local.

Imagem: PM encontrou vários papelotes com os suspeitos
PM encontrou vários papelotes com os suspeitos – Foto: divulgação PM

Ontem a Polícia viu quando havia uma motocicleta com Lerier parada em frente a casa e o garupa, Charles, estava na varanda. Os policiais então viram quando André dispensava algo. Depois disso André entrou na casa e se escondeu no quarto.

Leia também:  Homem estaciona moto para atender telefonema e tem veículo roubado

A Polícia iniciou as buscas, a dona da casa Daniele se trancou no banheiro e efetuou várias descargas e se negava a abrir a porta. No local onde os policiais viram André jogando alguma coisa, foram encontrados 3 petecas de uma substância aparentando ser pasta base de cocaína e a quantia de R$ 30.

Na casa a Polícia localizou mais 22 petecas de uma substância aparentando ser pasta base e 7 pedras de cocaína dentro de um vidro de desodorante. Em cima da cama, enrolado em um edredom havia uma porção de uma substância aparentando ser maconha. Também foi encontrado dinheiro em notas trocadas que somam R$ 297,50, além de dois simulacros artesanais de arma de fogo.

Leia também:  Idoso é acusado de assédio e tentativa de estupro contra crianças de 4 e 8 anos em MT

Um menor que estava na casa ao ver a Polícia fugiu pelos fundos deixando para trás documentos e o celular. Logo depois a Polícia foi informada que populares haviam detido o menor, então ele foi entregue a autoridade policial para as providências cabíveis.

Lerier relatou a Polícia que Charles havia lhe pedido carona para ele ir até a residência para comprar entorpecente. Os outros conduzidos não quiseram falar sobre o caso.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.