O piloto Thiago Tropical da equipe Motorbike é campeão  da categoria GP 1000 light do campeonato sul mato-grossense GPMS deste ano. O título foi conquistado por antecipação na 6ª etapa, que aconteceu 23/10/2016  Para confirmar a liderança do piloto na categoria, Tiago subiu ao pódium também na 7ª e última etapa que aconteceu no final de semana, em 19/11/2016  Neste ano, ele foi campeão em três rodadas, ficou duas em vice e uma vez em terceiro lugar. As disputas aconteceram todas fora de Mato Grosso em Campo grande – MS.  No ano passado, Thiago tinha ficado como vice no GP.

Imagem: Equipe campeã junto com Thiago Tropical
Equipe campeã junto com Thiago Tropical – Fotos: Luciano Muta / direto da imprensalocidade

O piloto rondonopolitano passou por inúmeras dificuldades para vencer o campeonato, uma delas é a falta de lugar para os treinos. Rondonópolis não tem uma pista adequada, nem mesmo no estado há condições adequadas para os treinos. Todas as competições acontecem em outros estados, o que obriga o piloto viajar muito.

Leia também:  União vence e assume liderança da Copa FMF
Imagem: Thiago Tropical
Thiago Tropical – Fotos: Luciano Muta / direto da imprensa

Mesmo sem as condições de treino para a prática do esporte ele contou com amigos e com a garra para chegar no final do campeonato como o mais veloz da categoria. “Estou muito feliz, comecei há pouco tempo. Em apenas dois anos consegui chegar ao topo do pódium. Agradeço aos meus amigos Wilson e Lúcio que me incentivaram e, como tinham mais experiência, foram meus professores. E também contei com a companhia do companheiro Anderson Peixoto que me acompanhou nas corridas e foi um pouco de tudo, personal, psicólogo, nutricionista, me ajudando em todos os momentos”, declarou Tiago.

Para o piloto, a vida de quem disputa rodadas fora de casa é sempre difícil porque precisa ficar longe da esposa e dos filhos. Mesmo com as adversidades diz que pretende continuar no esporte. A velocidade sempre esteve presente na vida de Tiago que começou ainda na adolescência no automobilismo. “Sempre contei com o incentivo da minha família, primeiro quando jovem, fui incentivado pelo meu pai e irmãos, hoje a competição é de moto e isso exige técnica, devido ao risco de queda, mas é uma paixão.”

Leia também:  Pesso chega e começa a montar o União

Outro entrave na carreira de dos pilotos é o patrocínio. Thiago que é empresário consegue se organizar com as empresas da família e amigos que investem no potencial e na garra do piloto. Neste campeonato contou com patrocínio do Tropical Supermercados, Vídeo Som Celulares, Posto Campeão, Outz,  Outindoor, Barão Moto Garagem.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.