Médicos da Santa casa vão parar por falta de pagamento - Foto: Ronaldo Teixeira/AGORAMT
Médicos da Santa casa vão parar por falta de pagamento – Foto: Ronaldo Teixeira/AGORAMT

A Santa Casa de Misericórdia de Rondonópolis e mais quatro hospitais filantrópicos do Estado, sendo eles Santa Casa de Misericórdia, Santa Helena, Hospital do Câncer, e Hospital Geral Universitário suspenderam nesta segunda-feira (07) o recebimento de novos pacientes nas Unidade de Terapia Intensiva (UTI’s), bem como a programação das cirurgias eletivas e ambulatoriais.

Em Rondonópolis, de acordo com o diretor administrativo da entidade, Kemper Carlos Pereira, o total de déficit do Governo com a Santa Casa é de mais de R$5,5 milhões, sendo quase R$3 milhões apenas da UTI “Desde a inauguração da UTI, que foi feita pelo próprio governador com direito a Procurador Geral e toda imprensa não tivemos nenhum repasse. Fomos atrás de mais de 60 funcionários para trabalhar na Unidade e nada de pagamento. Isso é calote” afirmou o diretor.

Leia também:  Incêndio já dura mais de 10 dias e respirar em Rondonópolis fica cada vez mais difícil

Ainda de acordo com o diretor serão realizados atendimentos de urgência e emergência e pacientes que já estão internados.

Ele garantiu ainda que os demais procedimentos não retornarão, de modo algum, até que o Governador faça os repasses.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.