O coordenador da equipe de transição do prefeito diplomado Zé Carlos do Pátio, Paulo José Correia, confirmou na tarde desta segunda-feira (26) a suspensão da convocação dos aprovados e classificados no concurso da Prefeitura realizado em julho deste ano. Ele afirmou que o ato foi ilegal e que a convocação traz despesa a nova administração.

Ele afirmou que esse inclusive foi um entendimento do Ministério Público (MP), que já tinha recomendado que o atual prefeito, Percival Muniz (PPS), não realizasse a convocação sob pena de improbidade administrativa infringido o artigo 21 da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

Ele declarou ainda que Zé do Pátio pretende convocar os aprovados, mas no momento certo e dentro da legalidade.

Leia também:  Casario oferece ao público coletiva de artes “SimplesMentes”

Alguns dos convocados já montaram um grupo e disseram estar indignados diante do impasse entre as gestões. Segundo eles, muitos já realizaram alguns exames e tiveram um gasto de mais de R$1,5 mil. Além do prejuízo, alguns já pediram demissão nas empresas onde trabalhavam para conseguir atender ao prazo de 30 dias.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.