A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Frigoríficos recebe nesta terça-feira (06), o diretor Executivo de Relações Institucionais da JBS, Francisco de Assis e Silva, esta será a última rodada de depoimento da CPI.

Para o presidente da Comissão, deputado estadual Ondanir Bortolini (PSD), Nininho, a oitiva do diretor executivo da JBS é uma oportunidade para se tratar dos investimentos em Mato Grosso e explicar o que de fato levou ao fechamento e paralisação das plantas frigoríficas.

“Na reunião ordinária especial realizada no município de Nova Xavantina, a comissão ouviu o depoimento do responsável técnico do grupo JBS, Marcelo Zanatta, porém, após avaliarmos a contribuição da oitiva, concluímos que o depoimento de Francisco de Assis é fundamental para a conclusão do relatório”, ratificou o parlamentar.

Leia também:  Vereador quer recuperação de asfalto nos bairros

O presidente ainda destacou que a CPI, além de investigar, vai propor melhorias para o setor dos frigoríficos.

“Os trabalhos desta comissão são simultâneos, além de elaborar o relatório com informações contundentes acerca das dificuldades que o segmento dos frigoríficos enfrentam, nós buscamos trazer propostas para viabilizar a reabertura de plantas frigoríficas, como já foi sinalizado nos municípios de Várzea Grande, Tangará da Serra, Brasnorte e Barra do Bugres”, ressaltou o presidente da CPI.

O parlamentar também falou da importância de ouvir todos os segmentos relacionados aos frigoríficos em Mato Grosso. Para ele, as oitivas estão sendo realizadas com total transparência, oportunizando as empresas e órgãos competentes mostrem as situações de maneira independente. “Com essas informações teremos respaldo suficiente para propor ações para o segmento dos frigoríficos, e com isso, o setor terá mais possibilidade de voltar a gerar emprego e renda para a população de Mato Grosso”, concluiu Nininho.

Leia também:  Comissão especial aprova Lei de Responsabilidade Educacional
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.