A França detectou um caso da gripe aviária H5N8, que é altamente contagiosa, em um criadouro de patos no sudoeste do país, o primeiro surto do vírus em uma fazenda do país que é o maior criador de aves da União Europeia, disse o Ministério da Agricultura francês nesta sexta-feira (2).

Imagem: gripe aviária detectada na França
Foto: Regis Duvignau/Reuters

O surto veio na esteira de um caso de H5N8 confirmado entre patos selvagens no norte francês nesta semana, e é o mais recente de uma série de surtos na Europa.
O vírus matou 2 mil pássaros de um bando de 5 mil em uma fazenda da região de Tarn, e as aves remanescentes serão segregadas, uma de várias medidas preventivas, informou o ministério.

Leia também:  Homem que ameaçava matar o presidente da França é preso

Devido ao novo caso, a França não irá conseguir recuperar seu status internacional de país livre de gripe aviária altamente patogênica, condição que almejava recuperar no dia 3 de dezembro se mais nenhum caso tivesse sido registrado após o surto entre as aves selvagens.

A França, que tem o maior bando de aves domésticas da UE, está se recuperando de uma epidemia grave de gripe aviária ocorrida no sudoeste no começo deste ano, que freou a criação de patos e gansos na região produtora de foie gras e levou parceiros comerciais a imporem restrições de importação.
Mas os padrões internacionais de saúde animal devem permitir que a França continue a exportar após o novo surto, disse o ministério, referindo-se à prática de restringir exportações de áreas afetadas específicas ao invés do país como um todo.

Leia também:  Ex-ditador do Panamá Manuel Noriega morre aos 83 anos
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.