O vereador Ibrahim Zaher (PSD) ressaltou no seu discurso de despedida durante a sessão da Câmara Municipal na tarde desta quarta-feira (14) que deixa o Legislativo com consciência do dever cumprido, e a exemplo do seu pai, Mohamed Zaher, sai pela porta da frente na vida política.

Ibrahim, que era o nome de uma nova proposta política para a cidade, precisou abandonar a pré-candidatura à Prefeitura de Rondonópolis depois de descobrir um câncer no rim. Diante do fato, optou por cuidar da saúde e não se candidatar a cargos eletivos no pleito passado. “Sempre coloquei Deus na frente na minha vida e entendo que era a vontade dele, hoje deixo o trabalho de vereador para me dedicar a minha família e as empresas”.

Leia também:  População brasileira vai "compreender aumento de impostos", diz Temer

Na oportunidade, citou que este foi seu primeiro mandato e que de imediato presidiu o Legislativo reformulando a administração. A gestão dele na presidência foi considerada exemplar pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) que aprovou as contas com aplausos.
Como legislador, Ibrahim se destacou nas áreas de esportes e educação, acompanhou obras e liderou negociações difíceis, também esteve à frente da revisão da Lei Orgânica, entre outras revistas nesta gestão.

“Quero parabenizar o prefeito Percival porque entendo que a cidade está bem melhor que há quatro anos, com novas obras e desejar ao prefeito eleito Zé Carlos do Pátio que faça um ótimo mandato e que sua administração seja para todos. Acredito que o Zé está mais maduro e que vai melhorar a cidade”.
No discurso, o vereador lembrou do exemplo que foi seu pai na vida pública. Mohamed

Leia também:  Pátio evita confronto partidário com Daltinho

Zaher foi vereador por quatro mandatos e deixou o Legislativo com a imagem limpa e muito trabalho prestado e também parabenizou o atual presidente da Câmara, Lourisvaldo Manoel de Oliveira (Fulô) que esteve como vereador durante seis mandatos, dizendo que o trabalho é estressante e requer atenção à comunidade e à gestão pública. Também desejou boa sorte aos vereadores que assumem o Legislativo dia 1o janeiro.

Esta foi a última sessão ordinária no ano Legislativo, portanto a oportunidade dos vereadores usarem o espaço da tribuna livre para fazerem suas considerações à sociedade.

Até 31 de dezembro o trabalho será realizado através de sessões extraordinárias, com discursos pautados nas matérias a serem votadas e questões inerentes a condução das votações.

Leia também:  PTB tem novo presidente estadual
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.