Após a quebra na última temporada provocada pelo clima, a safra brasileira de grãos sustenta o potencial produtivo de 215 milhões de toneladas, puxado principalmente pela soja (100 milhões de toneladas) e pelo milho (82 milhões de toneladas) para o ciclo 2016/17, conforme apontou a primeira projeção divulgada pela Expedição Safra. Com o tema “Eficiente e competitivo, no campo e no mercado”, a equipe de técnicos e jornalistas lança nesta quarta-feira (14), às 8h30, em Rondonópolis (MT), a 11ª edição do projeto que vai percorrer 15 estados brasileiros a fim de confirmar a expectativa de retomada produtiva das lavouras brasileiras.

Além de apresentar as projeções para o novo ciclo, o lançamento da Expedição Safra irá debater a necessidade e os benefícios de uma agricultura resiliente para a produção, com a participação do engenheiro agrônomo do grupo Bom Jesus Agro, Luiz Henrique Vigolo. “Quando falamos em uma agricultura resiliente buscamos conseguir o equilíbrio entre o risco e os problemas, presentes no campo, sem afetar a produção, mesmo em circunstâncias como na temporada passada. Entre as estratégias que temos acompanhado com êxito está a questão do plantio direto e o manejo integrado de pragas”, analisa o especialista, que destaca a importância do tema diante da incidência de focos de ferrugem em algumas lavouras mato-grossenses.

Leia também:  Prefeitura lança obra de recuperação do asfalto na área central de Rondonópolis

Já no debate mercadológico, o gerente do Núcleo de Agronegócio Gazeta do Povo e coordenador da Expedição, Giovani Ferreira, apresentará os desafios para os produtores brasileiros diante da super-safra dos Estados Unidos. “A expectativa é de retomada, porque a safra passada foi muito prejudicada pelo clima. Porém, precisamos estar atentos, principalmente, por conta do equilíbrio dos preços”, avalia Ferreira. O projeto já percorreu o Corn Belt, o Cinturão do Milho dos Estados Unidos, e acompanhou a produtividade acima da média na região.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.