Imagem: livor adulterado mata mais de 20 pessoas no pasquistão
Foto: STR/AFP

Vinte e nove pessoas, a maioria cristãos que celebravam o Natal, morreram no Paquistão depois de ingerir bebida alcoólica adulterada, anunciou a polícia nesta terça-feira (27). Outras 50 pessoas foram intoxicadas pela bebida.

A tragédia aconteceu na noite de 24 de dezembro em uma colônia cristã de Toba Tek Singh, cerca de 300 km ao sul da capital Islamabad.

A venda de bebidas alcoólicas está proibida para a maioria muçulmana no país, mas os cristãos e os estrangeiros não-muçulmanos podem adquirir uma licença que permite comprar álcool a preços muito elevados.

Devido ao valor alto, muitas pessoas destilam as bebidas alcoólicas em casa, o que provoca acidentes. Em outubro, 11 cristãos morreram depois de consumir álcool adulterado. Outras 23 pessoas foram vítimas pelo mesmo motivo em março no país.

Leia também:  Mais de 20 países fazem substituição do cigarro tradicional por eletrônicos
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.