Imagem: civis deixaram o aleppo
Foto: Sana/AP

O ministro da Defesa russo afirmou nesta sexta-feira (16) que todos os civis e a maioria dos rebeldes já saíram da parte leste de Aleppo, informou a agência de notícias Tass, da Rússia.
Ele disse que mais de 3.400 rebeldes da oposição moderada entregaram suas armas. Afirmou ainda que a tomada de Aleppo cria condições para uma resolução pacífica do conflito sírio.

A retirada nas últimas áreas de Aleppo comandadas pela oposição chegou a ser suspensa nesta sexta-feira porque milicianos pró-Damasco exigiram que os feridos também fossem retirados de dois vilarejos xiitas cercados por combatentes rebeldes.

Além disso, segundo o Exército russo, as tropas sírias estão liquidando os “últimos focos de resistência” dos rebeldes no leste de Aleppo, a ponto de cair completamente em mãos do regime do presidente Bashar al Assad.
“A operação de libertação dos bairros da zona leste de Aleppo sob controle dos rebeldes por parte do exército sírio terminou. As tropas governamentais liquidam os últimos focos de resistência dos radicais”, informou em um comunicado o Exército russo.

Leia também:  Motorista que atropelou mais de 100 pessoas em Barcelona morre em operação policial

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.