Foi publicada no Diário Oficial desta quinta-feira (01) a demissão do ex-diretor da Cadeia Pública de Nova Mutum, Henrique Francisco de Paula Neto e dos dois agentes penitenciários Fabian Carlos Rodrigues e Luiz Mauro Romão da Silva. Eles foram dopados por duas mulheres dentro da cadeia no plantão por meio de bebidas alcoólicas.

A demissão é resultado de um Processo Administrativo Disciplinar (PAD) da Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh). Na ocasião 27 detentos fugiram.

O CASO

O caso aconteceu em fevereiro de 2015 e segundo relatos as mulheres levaram bebidas alcoólicas para os agentes que caíram dopados logo depois.

Elas abriram as selas e os detentos saíram pela porta da frente. Na época do fato circularam fotos de um dos agentes seminus deitados em um colchão. Foram encontrados ainda roupas de ‘striper’ no local.

Leia também:  Alunos trans e travestis poderão usar nome social em documentos acadêmicos na Unemat
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.