Imagem: Todo o pescado foi doado as entidades carentes de Rondonópolis
Todo o pescado foi doado as entidades carentes de Rondonópolis – Foto: Ronaldo Teixeira/AGORAMT

A Polícia Ambiental apreendeu 107.6 kg de peixe nesta manhã (16) na beira do Rio Vermelho, na cidade de Rondonópolis, através do disk denúncia. O suspeito Sidnei Araújo de Souza, 35, anos, saia em um Fiat Strada, da beira do rio, com peixes dentro do carro quando foi surpreendido pela polícia.

Ele disse que os pescados foram comprados dos índios que estavam vendendo na beira do rio. Não é a primeira vez que ele participa dessa compra ilegal, pois segundo os policiais, foram encontrados outros peixes, dentro do freezer de sua casa.

Segundo o comandante Motta da Polícia Ambiental, os índios pescam diuturnamente nessa época de Piracema e não levam nada para aldeia. “Eles pescam e vendem no barranco. Mas hoje, mais uma vez, conseguimos abordar essa situação”. Explica.

Leia também:  MT | Apreensões de armas aumentam mais de 40% em cinco meses

O suspeito que também é Dragueiro, vai pagar multa por infração e foi levado a 1ª Delegacia de Polícia, para responder ao processo criminal. O veículo foi apreendido.

Imagem: O pescado foi apreendido pela PM ambiental nos fundos do Sitio Farias
O pescado foi apreendido pela PM ambiental nos fundos do Sitio Farias – Foto; Ronaldo Teixeira/AGORAMT

Dos pescados, foram 31,4 kg de Cachara, 48,4 kg de Jaú, 7,8 kg de Pacu e 20 kg de Pintado e Cachara que foram encontrados em sua residência. Todos esses serão doados para a Casa do Oleiro e APAE.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.