O vereador Rodrigo da Zaeli (PSDB) cobrou, durante sessão ordinária desta quarta-feira (30), o pagamento dos terceirizados da Companhia de Desenvolvimento de Rondonópolis – Coder. Segundo informações, alguns deles já não recebem há três meses. Zaeli coordenou os trabalhos da companhia durante o ano de 2015 e quando passou por lá fez uma administração pautada na boa gestão do dinheiro e no pagamento, em dia, dos servidores e prestadores de serviços.

“Sempre sou procurado para intervir junto ao prefeito quando situações como a de agora acontecem. Quando passei pela Coder o Percival foi generoso, pois manteve em dia os trabalhos que fizemos para atender o município. As medições pagas corretamente nos ajudaram a manter a casa em ordem”, lembrou.

Leia também:  Em meio à crise nos estados, Mato Grosso consegue pagar servidores e serviços

Rodrigo da Zaeli alertou ainda para o atraso do FGTS. “Muitos trabalhadores querem retirar seu benefício para ajudar a pagar as contas de final de ano ou até mesmo comprar os presentes e estão impossibilitados, pois o dinheiro não foi depositado. Fiquei à frente da Coder por um ano e sempre paguei todas as contas, honrei com todos os compromissos. Deixei 2015 com tudo em dia. Hoje a situação está desta forma, pessoas há meses sem receber. Não podemos fechar os olhos pra isso”.

O legislador pediu que o líder do prefeito levasse a mensagem de preocupação ao chefe do executivo, pois acredita que a Coder deva ter medições à receber e que a quitação dos serviços podem ajudar a amenizar os prejuízos. Ele falou ainda que os atrasos prejudicam o andamento dos trabalhos por parte da companhia.

Leia também:  Produtores recorrem à AL por mudanças na Lei do Susaf

“Quero pedir para que a Coder conclua as obras que começaram e, por algum motivo, estão paralisadas. Tem um asfalto que foi iniciado, nos fundos da Avenida Presidente Médice, e que falta a conclusão do meio-fio. As chuvas já acabaram com parte da obra e se a demora persistir vai acabar com o restante. Sem contar o bairro Serra Dourada. As obras de asfalto estão por terminar e só aguardam os pagamentos para que seja concluídas”, finaliza.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.