Imagem: Lindberg farias
Reprodução

O senador Lindbergh Farias (PT-RJ) teve seus direitos políticos cassados por quatro anos por decisão da 7.ª Vara Cível de Nova Iguaçu e Mesquita, na Baixada Fluminense. Ele foi condenado por ter permitido o uso promocional de sua imagem, em dezembro de 2007 e no primeiro semestre de 2008, quando ocupava o cargo de prefeito de Nova Iguaçu. Na época, Lindbergh distribuiu caixas de leite e cadernetas de controle de distribuição com o logotipo criado para o seu governo impresso no material.

Além de suspender os direitos políticos, a sentença do juiz Gustavo Quintanilha, da 7.ª Vara Cível da Comarca de Nova Iguaçu e Mesquita, estabelece que o senador pague multa no valor de R$ 480 mil. No despacho, o magistrado escreveu que “o réu usou seu cargo e o poder a ele inerente para beneficiar-se em sua campanha à reeleição” e que Lindbergh Farias “causou dano ao gastar verba pública na criação do símbolo, sua inserção em campanhas e sua propagação, associada a seu nome, em situações em que não era necessário. Faltou à conduta do réu impessoalidade, economicidade e moralidade.”
Cabe recurso à decisão.

Leia também:  Vereador apresenta projeto “Bairro Empreendedor” para fortalecimento dos comércios e aquecimento da economia local
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.