Dois casos de homicídio de grande repercussão praticados no município de Primavera do Leste foram esclarecidos e os autores presos em cumprimento de mandados de prisão, nas investigações da Delegacia de Homicídios e Delitos Gerais.

Na terça-feira (20), Paulo Sérgio dos Santos, 46 anos, foi preso em Campo Mourão (PR) pela Policia Civil daquele Estado, após a Policia Civil de Primavera descobrir seu paradeiro. Os policiais repassaram as informações para a Polícia Civil de Campo Mourão, que efetuou a prisão do principal suspeito de assassinar sua companheira, Maria do Carmo Neves Sousa, 51 anos, em maio de 2016.

O corpo da mulher foi encontrado em cima da cama, em um quarto de sua residência, localizada na Rua Colibri, Bairro Tuiuiú, em Primavera do Leste, por volta da 1h da madrugada do dia 7 de maio de 2016. A vítima apresentava sinais de agressões na cabeça e estava muito ensanguentada.

Leia também:  Oito pessoas são detidas por tráfico de drogas, dentre elas três menores

Quando a Polícia Militar chegou na residência, se deparou com o marido da vítima que ainda estava no local do crime alegando que aguardava a chegada da Polícia. Paulo foi conduzido e liberado após sua oitiva, por falta de maiores evidências que o incriminasse pelo delito.

O segundo mandado de prisão, foi cumprido em desfavor de Maxwell Carlos de Araújo, suspeito de matar Oseias Pereira Gomes, em Junho de 2016, no bairro Jardim Progresso. A vítima Oseias, na data dos fatos, havia recém chegado do trabalho em sua casa. Ele ajudava a empurrar um veículo na rua, quando foi surpreendido pelo executor com vários disparos de arma de fogo, constatado preliminarmente, ser uma pistola .40.
Maxwell, foi preso recentemente em Sinop por roubo à agencia dos Correios e lá foi cumprido o mandado de prisão temporária, nesta semana.

Leia também:  Três homens são presos suspeitos de homicídio em Paranatinga

O delegado Rafael SippelFossari, responsável pelas investigações, pontua que os dois casos foram solucionados graças à participação da sociedade, que tem fortalecido a polícia com denúncias/informações, ainda que anonimamente pelos meios disponíveis, e pelo empenho da equipe. “Agradeço a colaboração dos colegas policiais das cidades de Sinop e Campo Mourão pelo êxito das prisões”, completou.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.