Imagem: Bryan Kuntz Foto de Junior Martins (3)Um tenista da cidade de Campo Verde (136 km de Cuiabá-MT), Bryan Kuntz, de 14 anos, disputa um torneio sul-americano chamado Asuncion Bowl, que será realizado de 30 de janeiro até 04 de fevereiro, no Clube Internacional de Tênis (CIT), em Assunção, no Paraguai. E depois segue viagem para outros dois sul-americanos no Brasil, em Caxias do Sul e Porto Alegre (RS). No ano passado, Bryan foi campeão sul-americano num torneio no sul do país, em Itajaí (SC).

A próxima parada do mato-grossense será no 47º Banana Bowl, que ocorre de 06 a 11 de fevereiro, no Recreio da Juventude, em Caxias do Sul (128 km da capita gaúcha) e, na sequência, pega o Campeonato Internacional Juvenil de Tênis, mais conhecido por Copa Gerdau, de 13 a 18 de fevereiro, na Sociedade Ginástica de Porto Alegre (Sogipa), em Porto Alegre (RS). E todos os três torneios também terão a presença de outro mato-grossense, Richard Gama, de 13 anos.

Leia também:  Paranatinga | Atleta de Jiu Jitsu conquista duas medalhas de ouro em campeonato internacional

De acordo com o presidente da Federação Mato-grossense de Tênis (FMTT), Rivaldo Barbosa, Bryan Kuntz, Richard Gama e Márvin Spiering são atualmente os três tenistas mato-grossenses com maior destaque em torneios dos circuitos nacional e internacional. Segundo ele, todos os três são vencedores, tem grande potencial, levam o nome das respectivas cidades e do estado para vários países e carregam a torcida mato-grossense para onde forem.

Faturou

Em 2016, Bryan Kuntz conquistou o título de campeão sul-americano de tênis ao vencer Lucius Soller por dois sets a um na final da Copa Santa Catarina, na categoria de 14 anos, realizado em outubro, no Itamirim Clube de Campo, em Itajaí (SC). Ele competiu numa chave com outros 31 tenistas e precisou ganhar cinco partidas para subir ao topo do pódio.

Leia também:  Brasil dá show em Cuiabá e avança no Grand Prix

Na 1ª rodada atropelou Bernardo Gasparin por parciais de 6/0 e 6/1, na 2ª rodada venceu Ernani Granville por parciais 6/3 e 6/2, nas quartas de final não deu chance para Guilherme Gomides por 6/2 e 6/0 e nas semifinais passou por cima de Pedro Romano França por 6/1 e 6/2. E ficou com o título após vencer Lucius Soller por dois sets a um e parciais de 6/2, 2/6 e 6/2.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.