Foto: Varlei Cordova / AGORA MT

Os caminhoneiros continuam com o bloqueio pelo terceiro dia consecutivo dos trechos da BR-364, neste domingo (15), no município de Rondonópolis,que fica localizado a 218 km de Cuiabá. Eles alegam que o protesto é contra a diminuição no preço do frete, algo que gira em torno de 30% desde o ano passado. O kms 200 e 206, estão impedidos de passar com veículos de carga de grãos e derivados.

Essa informações são da Rota do Oeste, responsável pela conservação e duplicação da rodovia, e da Polícia Rodoviária Federal, que está com equipes nos locais do bloqueio para fazer o monitoramento. Segundo a PRF-MT, há entre 200 e 300 manifestantes na rodovia. Os manifestantes disseram que há mais de 3 mil caminhões parados

Leia também:  Município alerta sobre a prevenção contra a violência da primeira infância

Os caminhoneiros querem que as transportadoras paguem o piso mínimo para o frete estabelecido pela Sefaz (Secretaria de Estado de Fazenda), que varia de acordo com a quilometragem percorrida.

Segundo o caminhoneiro Dirceu Nunes “Os valores não da pra pagar nem a manutenção dos caminhões. Esse ano piorou tudo.

Os caminhoneiros também dizem apoiar o Projeto de Lei 528, que está na Câmara de Deputados e prevê a criação da Política de Preços Mínimos do Transporte Rodoviário de Cargas.

Veja a matéria O protesto na rodovia federal teve início na manhã de sexta-feira (13)

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.