As probabilidades de concorrer à presidência do Senado, de José Medeiros (PSD) parecem estar ganhando força e já existe até um certo receio do, até então candidato único, Eunício Oliveira (PMDB-CE) do nome de Medeiros começar a criar uma certa onda de voto de protesto.

O fato é que até poucos dias o milionário senador Eunício Oliveira (PMDB-CE), navegava em águas tranquilas, até que despretensiosamente Medeiros aceitou lançar o seu nome à disputa.

E já há até rumores, que a Presidência da República deseja blindar o Senado de qualquer interferência da Lava Jato e melhorar a imagem institucional, sem que haja buscas e apreensões dentro do parlamento. Caso se confirme esta informação, José Medeiros será o “coringa” do Planalto e a opção de voto dos oposicionistas e de boa parte dos aliados do Governo Temer.

Ao partir para o contra-atque tanto o senador Eunício, quanto o ministro Gilberto Kassab (PSD), que é o presidente da sigla de Medeiros, já andam pressionado o mato-grossense para que esse desista da disputa.

A eleição para a nova mesa diretora do Senado acontece no final do mês de janeiro e até lá muitos interesses, disputa pelo poder e negociações vão acontecer.

COMPARTILHAR

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.