Imagem: hospital julio muller
Foto: Reprodução

Por problema de superlotação, o Hospital Universitário Júlio Müller (HUJM), em Cuiabá, suspendeu nesta terça-feira (31) o atendimento de triagem obstétrica. A medida foi tomada porque a UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do prédio, que tem 15 leitos, está atendendo 18 casos graves, sem condição de alta.

A orientação é que as gestantes que precisem de atendimento de urgência procurem outras maternidades conveniadas ao SUS (Sistema Único de Saúde).

Segundo o HUJM, a suspensão da triagem é a maneira mais rápida de evitar novos nascimentos na maternidade do hospital que possam precisar de cuidados intensivos. Dessa forma, fica garantido o atendimento de qualidade aos pacientes que já estão internados.

Leia também:  Prouni abre inscrição para 77 mil bolsas em universidades privadas nesta segunda

O hospital disse ainda que a medida que suspendeu a triagem será revertida assim que a lotação normal da unidade for restabelecida.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.