Imagem: donald trump
Reprodução

A organização Trump, da família do presidente eleito dos Estados Unidos, cancelou conversas sobre projetos que realizaria no Brasil, Índia e Argentina. Um advogado citou a agências internacionais uma torre de escritórios no Rio e projetos não em Pune, na Índia, e Buenos Aires, Argentina.

A saída de Trump das negociações vem menos de três semanas antes de assumir a cadeira de presidente nos EUA e no mês seguinte de sua companhia desistir da construção de um hotel de luxo na beira da praia na Barra da Tijuca, também no Rio, citando atrasos.

Embora não seja proibido que políticos em cargos públicos nos EUA mantenham projetos pessoais, críticos de Trump argumentam que o tamanho de sua participação em 500 empresas globalmente pode representar um enorme conflito de interesses.

Leia também:  Cerca de 376 repórteres sofreram agressões em protestos da Venezuela

No ano passado, o empreendimento em Buenos Aires supostamente teria sido tema de uma conversa entre Trump e o presidente argentino, Mauricio Macri. O norte-americano teria pedido para que o plano fosse acelerado, algo que a assessoria do presidente latino negou à Associated Press.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.