Imagem: policiaNos primeiros 11 dias de 2017, a polícia de Mato Grosso do Sul registrou 24 casos de estupro no estado. Em média, são dois casos por dia. Os dados são da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp).
No caso mais recente, em Campo Grande, a vítima foi uma adolescente de 13 anos. Segundo o boletim de ocorrência, a menina e uma amiga, também menor de idade, foram à casa de um amigo nas proximidades do Terminal Júlio de Castilho. Lá consumiram drogas e bebidas alcoólicas.

“Ela relata ter entrado em coma alcoólico e ficado desacordada e quando ela se deu por si estava sobre uma cama, despida e ao lado dela uma pessoa desconhecida,” explica o delegado da Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (Dpca), Paulo Sérgio Lauretto.

Leia também:  Vela acesa causa incêndio em residência de Mato Grosso do Sul

A adolescente fugiu e pediu ajuda aos guardas municipais do terminal. O caso é tratado como suspeita de estupro de vulnerável. O delegado ainda aguarda o resultado do exame de corpo de delito e vai ouvir a jovem pra tentar encontrar as outras pessoas que estavam na casa.
Um caso é considerado estupro quando há qualquer tipo de relação sexual sem consentimento de uma das partes. Não precisa ter, necessariamente conjunção carnal.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.