Imagem: dezenas de pessoas morrem a ataque a hotel
Foto: Feisal Omar /Reuters

Ao menos dez pessoas morreram nesta quarta-feira (25) e 30 ficaram feridas em um ataque realizado pelo grupo jihadista Al Shabab, no Hotel Dayah, em Mogadíscio, capital da Somália, segundo a CNN. Cinco terroristas foram mortos pelas forças de segurança.

Terroristas detonaram um carro-bomba fora dos portões do hotel, que fica perto de do prédio do parlamento. Depois entraram no estabelecimento e dispararam indiscriminadamente. Cerca de 15 minutos depois, detonaram outra bomba nas imediações deixando várias vítimas, entre elas vários jornalistas, segundo a Efe.

Um ministro do governo somali que estava no local relatou à Efe que havia um grande número de parlamentares reunidos no hotel por conta do processo eleitoral que está sendo desenvolvido no país.

Leia também:  EUA e Coréia do Sul causam clima de tensão com exercícios militares

O número de feridos em estado grave, de acordo com a CNN, é alto e, por isso, o número de feridos pode aumentar.
O grupo Al Shabab é ligado à organização Al-Qaeda, que busca transformar o país em um estado fundamentalista islâmico e tem realizado repetidos ataques contra o governo e alvos militares.

Imagem: ataques terroristas
Foto: Feisal Omar/ Reuters

Hotéis e restaurantes da capital são os alvos preferidos do grupo terrorista, que ameaçou intensificar os ataques durante as eleições presidenciais, adiadas várias vezes e que ainda não aconteceram, de acordo com a Efe.
Nos últimos meses, os terroristas optaram por uma estratégia de confronto direta e lançaram vários ataques contra bases militares da missão da União Africana na Somália (AMISOM) matando centenas de soldados.

Leia também:  Farmácias do Uruguai começam a vender maconha a partir desta quarta
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.