O autor de um homicídio, ocorrido no segundo dia do ano, em Juína (735 km a Noroeste), foi preso pela Polícia Judiciária Civil, nesta terça-feira (17.01). Segundo a Polícia, além do crime, Junio Pereira Pardim, 32, conhecido como “Tola”, tem envolvimento com o tráfico de drogas e o comércio de armas no município.

Imagem: homem é preso por homicídio e tráfico de drogas
Assessoria | PJC-MT

O suspeito teve três mandados de busca e apreensão e um de prisão decretados pela Justiça,após ser apontado como autor do homicídio que vitimou Laércio Castilho de Souza, o “Cabelo”, nas investigações dos policiais da Delegacia de Juína

O crime aconteceu no dia 02 de janeiro, no bairro Padre Duílio, em Juína. Na ocasião, a vítima foi alvejada com quatro tiros, e chegou a ser socorrida, mas morreu no dia seguinte, na UTI do Hospital São Lucas.

Leia também:  Acusado de matar cabeleireiro em frente à faculdade é condenado a 20 anos de prisão

Durante as investigações, Junio foi apontado como principal suspeito do homicídio e chegou a se apresentar na Delegacia, alguns dias após o crime. Acompanhado de uma advogada, ele foi ouvido e negou a autoria. Após a oitiva, como não havia situação de flagrante, o supeito foi liberado.

Com a conclusão das investigações e os indícios de autoria, o delegado Ricardo Garcia Bruno representou pela prisão do suspeito, que foi deferida pela Justiça e cumprida pela equipe de investigadores de Juína, na terça-feira (17).

Durante as buscas na casa do suspeito, foram apreendidos uma porção de pasta base de cocaína, munições de diversos calibres e um revólver calibre 38, possivelmente usado na prática do crime. Ele foi autuado em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e comércio de arma de fogo. A irmã do suspeito, M.G.P., 25, também foi autuada por posse ilegal de arma de fogo.

Leia também:  Polícia Militar lança Operação Cerco Total em Rondonpópolis

Segundo o delegado, Ricardo Garcia Bruno, a principal é suspeita de que o homicídio seja decorrente de desavença por droga, pois, assim como o suspeito, a vítima também possuía registros pelo crime. “De acordo com dados do sistema de segurança pública,Junio possui três registros pelo crime de tráfico de drogas”

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.