Imagem: incendio deixa centenas sem moradia
Foto: Rodrigo Garrido/Reuters

Cerca de 100 casas foram atingidas pelo fogo e 400 pessoas tiveram que ser retiradas da região de Valparaíso, no Chile, devido a um incêndio que começou na tarde de segunda-feira (2), deixou 19 feridos, em sua maioria por inalação de fumaça, e ainda não foi controlado.

As altas temperaturas e o forte vento contribuíram para aumentar a extensão do incêndio em direção às zonas habitadas do sul de Valparaíso, um dos lugares mais visitados do Chile. O centro histórico da cidade, localizada a 120 km de Santiago, é Patrimônio da Humanidade.

As autoridades ordenaram a saída dos moradores das residências localizadas em áreas de risco e declararam o alerta vermelha na cidade e em outros quatro municípios. O incêndio provocou um corte do fornecimento de energia elétrica para quase 48 mil clientes.

Leia também:  Vazamento de gás causa explosão em prédio da Colômbia e deixa 26 pessoas feridas

Cinco brigadas da Corporação Nacional Florestal (Conaf) e 49 unidades de bombeiros de Valparaíso e Viña del Mar estão combatendo o incêndio, com apoio aéreo de dez aeronaves. O fogo teve início em uma região de mato e eucalipto e produziu uma extensa coluna de fumaça, visível a dezenas de quilômetros de distância.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.