Carreteiro sofre atentado e tem a carga descarregada em via Publica - Foto: Varlei Cordova / AGORA MT
Carreteiro sofre atentado e tem a carga descarregada em via Publica – Foto: Varlei Cordova / AGORA MT

O motorista, André Virgílio, 50 anos, viveu um grande susto na madruga desta segunda-feira (16), quando por volta da 1h, foi cercado por um grupo de aproximadamente oito homens que o obrigaram a parar a carreta que dirigia.

André transportava uma carga de soja e vinha do município de Campo Verde, cruzou a nova ponte sobre o rio Vermelho e quando já

Caminhoneiro aguardando a retirada da carga da via pública - Foto: Varlei Cordova / AGORA MT
Caminhoneiro aguardando a retirada da carga da via pública – Foto: Varlei Cordova / AGORA MT

estava no trevo da avenida Otaviano Muniz com Poguba, os homens chegaram em uma caminhonete Ford Ranger, de cor prata e o obrigaram a parar. “Levei um tremendo susto, eram uns oito homens, me agrediram com pedaços de paus e ferro, quebraram meu para-brisa, lanternas e abriram as tampas da carreta espalhando a minha carga pelo chão”, afirmou a reportagem o motorista ainda muito assustado.

Leia também:  Casa do Adolescente passa por dificuldades e faz campanha em busca de doações
Caminhoneiro sofre agressão e tem o caminhao depredado - Foto: Varlei Cordova / AGORA MT
Caminhoneiro sofre agressão e tem o caminhao depredado – Foto: Varlei Cordova / AGORA MT

“Não sei porque fizeram isso, estava me dirigindo para o pátio da empresa, pois sei da manifestação que está proibindo o trânsito de carretas graneleiras”, relatou inconformado e muito nervoso o motorista.

Neste instante agentes da Setrat, bloquearam parcialmente a pista impedindo o trafego no sentido avenida Poguba, Lions Internacional. “Estamos bloqueando parcialmente até que a carga seja retirada da pista e não ofereça mais perigo a outros veículos, informou um agente de trânsito.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.