Imagem: leonardo ;vieira
Instagram

Leonardo Vieira foi alvo de ataques homofóbicos nas redes sociais, após ter sido flagrado com outro homem em uma festa no Rio de Janeiro, em 28 de dezembro, e não pretende deixar o assunto de lado. Nesta segunda-feira (9), o ator prestou queixa na Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática.

“Não é a exposição de um beijo que me incomoda. Não fiz nada demais. Um beijo é um ato de amor. O que me incomoda é a exposição generalizada. Eu, como ator, não gosto de me expor porque acredito que um ator não deva revelar sua intimidade para ninguém, independente de ser hétero ou gay”, disse ao “Ego”.

Leia também:  Rico e Lázaro | Nabonido revela que Nebuzaradã pretende matar Belsazar

E continuou: “Acho que não pode haver desrespeito à dignidade humana, nunca. Nesse caso, são ataques à dignidade e isso independe de credo ou orientação sexual. Eu, como pessoa pública, me sinto na obrigação de tomar a frente disso, de participar desse movimento em prol das diferenças”.

O veterano ainda quer usar de sua situação um exemplo, já que acredita que será ouvido por mais pessoas. “Minha voz é mais facilmente ouvida do que a de um menino que é atacado na favela por ser homossexual. Ele talvez nunca seja ouvido.”

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.