Imagem: bombeiros encontraram o corpo do praticante de rapel
Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros

O Corpo de Bombeiros localizou o corpo do praticante de rapel que caiu de uma cachoeira neste sábado (7), no Parque Ecológico Indaiá, em Formosa, cidade goiana do Entorno do DF. Segundo a corporação, trata-se do servidor público Hélder Cariolano da Luz, 27 anos, que trabalhava no Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

De acordo com os militares, a vítima estava com um grupo de mais seis pessoas – incluindo sua namorada – praticando o esporte no local. Enquanto colocava o equipamento, se apoiou em um galho, que acabou se quebrando.

Inicialmente, os bombeiros disseram que a queda havia sido da cachoeira Véu de Noiva, a uma altura de 48 metros. No entanto, no local foi verificado que ele estava em um paredão próximo, a 30 metros.

Leia também:  Ônibus escolar tomba e deixa 11 feridos e uma criança morta em Maceió
Imagem: CACHOEIRA EM PRATICANTE DE RAPEL MORREU
Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros

Hélder ainda bateu em algumas pedras antes de cair na água e afunda em um poço. O impacto foi tão forte que o capacete que ele usava se soltou e ficou completamente destruído.
Para realizar o resgate, foram enviadas seis equipes com 29 bombeiros. Como o local é de difícil acesso, um helicóptero foi usado para regatar o corpo, levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Formosa.

A região é a mesma onde o corpo do professor Carlos Pita, de 31 anos, foi localizado, no último dia 26 de novembro. Na ocasião, ele estava desaparecido há quatro dias. A vítima apresentava uma lesão na cabeça.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.