Imagem: Rússia, Turquia e Irã chegam a acordo para consolidar cessar fogo na Síria
Foto: Sergei Grits/AP

Os patrocinadores dos diálogos de paz de Astana, Rússia, Turquia e Irã, chegaram a um acordo nesta terça-feira (24) para consolidar o cessar-fogo na Síria, mas poucos avanços foram feitos em direção a a uma solução para o conflito ao final de uma reunião de dois dias.

Os três países concordaram em “estabelecer um mecanismo para vigiar e garantir a completa aplicação do cessar-fogo e para evitar qualquer provocação” na Síria, disse o ministro cazaque das Relações Exteriores, Kairat Abdrajmanov, ao ler a declaração final adotada pelos participantes após dois dias de discussões na capital do Cazaquistão.

O mecanismo responde aos desejos do enviado especial da ONU para a Síria, Staffan de Mistura, e é apoiado pelos rebeldes, que esperam um congelamento das operações militares, principalmente em Wadi Barada, uma zona-chave para o abastecimento de água de Damasco, onde os combates prosseguiram na madrugada de segunda-feira.
Os três países afirmaram que são a favor da participação dos rebeldes sírios nos próximos diálogos de paz, que devem acontecer em Genebra, em 8 de fevereiro, patrocinados pela ONU.

Leia também:  Vazamento de gás causa explosão em prédio da Colômbia e deixa 26 pessoas feridas
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.