O município de Sorriso pode enfrentar a partir do dia 7 a interrupção dos plantões da madrugada para confecções de Boletins de Ocorrências e oitivas dos policiais e presos. Isso porque, segundo o delegado Bruno Abreu, o número de escrivães é insuficiente para cobrir o plantão.

Segundo ele, a delegacia do município conta com seis escrivães de carreira enquanto o ideal seria de 12, no fim do ano ainda ocorreram demissões dos servidores administrativos contratados o que piorou a situação. O problema afeta não somente a confecção do Boletim durante a madrugada, mas também em caso de prisões em flagrante em que o policial militar terá que retornar no outro dia, após sair do plantão, para prestar o depoimento.

Leia também:  Colisão entre carreta e carro deixa três pessoas mortas na BR-163

Também não será possível colher o depoimento dos presos em flagrante e a concessão de medidas protetivas, para casos de emergência também não poderão ser feitos durante a madrugada.

O delegado já enviou um ofício aos poderes para que a situação seja resolvida.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.