Imagem: Infraero
Foto: Reprodução

Apesar de alguns atrasos e cancelamentos de voos durante a manhã deste sábado de carnaval (25), a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) e empresas concessionárias registram movimento tranquilo nos aeroportos de todo o país.

Nos 60 aeroportos administrados pela Infraero, apenas 55 das 979 das partidas programadas foram canceladas entre 0h e 16 horas de hoje, o que representa pouco mais de 5% do total. No período, 197 registraram atraso, cerca de 20% do total. No Santos Dumont, no Rio de Janeiro, uma das cidades mais procuradas pelos turistas, 23 dos 73 voos programados até as 16h tiveram com atrasos e seis foram cancelados.

Em Manaus, um forte nevoeiro obrigou o fechamento do Aeroporto Internacional Eduardo Gomes durante quase toda a madrugada. Oito decolagens foram canceladas ao longo do dia e outras seis aeronaves que pousariam na capital amazonense foram redirecionadas para outras localidades, como Boa Vista e Porto Velho. Quinze dos 25 voos programados, ou 60% do total, sofreram atrasos – um dos piores resultados registrados em aeroportos da estatal.

Leia também:  Barco de pesca com sete pessoas desaparece no mar do Rio Grande do Sul

Já no Aeroporto Internacional de Brasília, a concessionária Inframerica estima um fluxo de 50 mil passageiros para este sábado. Com 121 voos programados entre 0h e meio-dia, a concessionária registrou 21 atrasos acima de 30 minutos no período. A situação no começo da tarde era considerada tranquila, mas a expectativa é que a movimentação de passageiros volte a crescer a partir das 17h.

Mau tempo

Parte dos atrasos registrados esta manhã em várias partes do país são reflexos tardios do mau tempo dessa sexta-feira (24). Em São Paulo, por exemplo, a forte chuva na tarde de ontem derrubou um muro, matando uma mulher, causou alagamentos e forçou o fechamento do Aeroporto de Congonhas.

Leia também:  Entidade espiritual 'revela' traição e travesti é presa por mandar matar namorado

Como os atrasos na partida costumam provocar um efeito cascata, prejudicando as operações até mesmo em aeroportos com boas condições climáticas, muitos passageiros perderam conexões ou ficaram retidos por horas.

A situação levou até ao adiamento do jogo entre Bahia e Paraná, pela terceira fase da Copa do Brasil. Inicialmente, o jogo ocorreria esta tarde, em Curitiba, mas devido ao mau tempo, a equipe do Esporte Clube Bahia ficou retida em São Paulo, onde pegaria um voo para a capital paranaense.

Por causa do imprevisto, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) decidiu adiar o jogo para o amanhã (26). Depois, avisada de que o Batalhão da Polícia Militar do Paraná não conseguiria realizar a segurança dos torcedores por conta do Carnaval, a CBF suspendeu a partida para uma data ainda a definir.

Leia também:  Motorista embriagado causa acidente matando pai e bebê de quatro meses em rodovia de SP
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.