A Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) registrou aumento de 63% em apreensões de drogas em 2016. Foram mais de 14 toneladas, enquanto que em 2015, o total foi pouco mais de oito toneladas.

Os dados são da Coordenadoria de Estatística e Análise Criminal, da Sesp e fazem parte das ações preventivas e repressivas da Polícia Militar, Polícia Judiciária Civil e Grupo Especial de Fronteira (Gefron).

Ainda sobre os resultados de 2016, somente em apreensão de maconha foram mais de 7 toneladas apreendidas, seguido de pasta base (3,4 ton), cocaína (2,8 ton) e 935 quilos de crack.

O secretário de Estado de Segurança Pública, Rogers Jarbas, atribuiu o aumento ao trabalho qualificado das forças de segurança e engajamento dos servidores.

Leia também:  Governo do estado inaugura 22 km de estradas em Jaciara e Juscimeira

“As forças de segurança têm desenvolvido cada vez mais ações ligadas a atividade de inteligência. Nossos profissionais estão mais comprometidos e mais motivados por conta dos investimentos que estão ocorrendo por parte do governo do Estado. É um conjunto de medidas e ações que nos proporcionaram este aumento”, destacou.

Rogers acrescentou ainda que há um trabalho integrado com a Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal, principalmente quando a ação está relacionada ao trabalho de combate ao tráfico de droga na fronteira.

Bairro Seguro

Em janeiro de 2017, as apreensões já somam mais de 300 quilos de drogas. Este aumento se deve a realização da operação “Bairro Seguro”, deflagrada nas 15 Regiões Integradas de Segurança Pública, que abrange os 141 municípios.

Leia também:  Mais de 40 acidentes são registrados durante feriado prolongado nas rodovias de MT

Em fevereiro, em uma única ação, durante a segunda operação “Bairro Seguro”, foram apreendidos 101 quilos de maconha. O trabalho foi realizado em parceria com as forças de segurança de Goiás.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.