O assalto que terminou com a morte do policial Fábio Zampirão no último dia 30 de janeiro em Sinop pode ter sido forjado com o intuito de matar a vítima. Esta é uma das linhas de investigação trabalhadas pela Delegacia Regional do município.

Além dessa suspeita, onde um dos suspeitos mortos em confronto tinha inclusive uma tatuagem de palhaço no corpo que no mundo do crime simboliza ‘matador de policiais’, seguem ainda outras duas linhas: de que foi um latrocínio ou que os bandidos tenham reconhecido o policial durante o assalto e por isso tenham o matado.

Segundo delegado Sérgio Ribeiro, os trabalhos serão feitos com calma e terão ainda o acompanhamento de outro delegado, para que seja descoberta a verdadeira motivação do crime, que é o que vai mostrar o que aconteceu.

Leia também:

Policial da Força Tática é morto durante assalto em Sinop

Noite violenta | Várias pessoas morrem e outras ficam feridas em Sinop

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.