A retomada do crescimento econômico e a geração de emprego e renda são o foco do bloco PTN, PTdoB e PSL para este ano. “Temos o desafio de apoiar medidas que visem reconstruir as contas públicas e recuperar a economia, sobretudo os empregos”, disse o deputado Alexandre Baldy (PTN-GO), que assume pela primeira vez a liderança do bloco.

Segundo o deputado, o reequilíbrio das contas públicas passa pela aprovação da reforma da Previdência. Entretanto, na opinião do parlamentar as mudanças devem ser debatidas para evitar perda de direitos. Além do equilíbrio fiscal, o bloco vai priorizar mudanças na legislação penal, como a reformulação do código penal.

Formado em Direito, Baldy é empreendedor, industrial e ex-secretário de Estado de Indústria e Comércio do governo da Goiás. Em 2016, presidiu a Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado. Na Câmara dos Deputados, Baldy já atuou como vice-líder do bloco que assume agora a liderança e também já foi vice-líder da Minoria.

Leia também:  Delação de Silval coloca Polícia Federal na casa de delatados

Leia abaixo entrevista com o deputado Alexandre Baldy:

Quais as prioridades do bloco liderado pelo senhor para este ano?
O PTN e toda a Câmara têm um desafio muito grande em 2017. O desafio de colocar o Brasil no trajeto da recuperação neste momento sensível sob o ponto de vista social e financeiro. Nós temos o desafio de apoiar medidas que visem reconstruir as contas públicas e recuperar a economia, sobretudo os empregos. A sociedade é quem mais sofre com o desemprego e precisamos criar essas oportunidades de trabalho.

Qual a opinião do bloco sobre as reformas encaminhadas pelo governo?
A reforma da Previdência se torna necessária dados os números observados nos últimos anos. O déficit que vem se acumulando ao longo dos anos foi gerado pelo desequilíbrio das contas públicas. A reforma da Previdência enviada pelo Executivo deve evoluir aqui na Câmara, porque temos que discutir o prazo para que o trabalhador possa se aposentar e o prazo de transição para aqueles que estão em via de se aposentar. Esse projeto precisa ser bastante debatido, porque ele afeta toda a sociedade.

Leia também:  Prefeitura encaminha projeto à Câmara que prorroga Mutirão de Negociação Fiscal

Quais outros temas o senhor considera importantes?
A segurança pública é uma pauta que nós da bancada do PTN temos como prioridade, pelo fato de que a violência que cresce em todas as cidades está sendo acompanhada não pelo aumento, mas pela redução de investimentos federais nessa área. Queremos melhorar a lei penal, discutir a audiência de custódia e o sistema penitenciário, que se apresenta caótico. Temos vários projetos, como a reformulação do código de processo penal, que ainda estão sendo debatidos na comissão especial.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.