Agnaldo Gomes da Silva, 60 anos, foi preso no Distrito Industrial, em Rondonópolis, neste sábado (11) acusado de ter estuprado uma adolescente de 14 anos no dia 3 deste mês. O suspeito é conhecido da família, era funcionário do padrasto da adolescente e aproveitou o momento em que ela estava sem a presença de um adulto em casa para cometer o crime.

Quem descobriu a história foi a mãe, depois de ter indagado a filha que acabou contando o fato. A adolescente afirmou que no dia do ocorrido a mãe havia saído para levar o padrasto no hospital quando Agnaldo aproveitou, a trancou na cozinha e a estuprou.

Os irmãos da menina estavam em casa e presenciaram a cena, só que com medo porque Agnaldo fazia ameaças não tiveram coragem de contar sobre o crime. Depois do fato Agnaldo mudou de endereço e ele não parou por aí, segundo uma testemunha que agora era o seu novo vizinho, afirmou que o suspeito lhe contou com ‘orgulho’ que havia cometido um estupro e que pretendia vendar suas coisas e fugir.

Leia também:  Durante assalto, funcionários de comércio são feitos reféns no Centro de Rondonópolis

Diante das informações, a Polícia conseguiu localizar Agnaldo, ele foi preso e encaminhado a 1ª Delegacia de Polícia para as devidas providências. As informações constam no Boletim de Ocorrência.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.