Após 2 meses internada, a bebê que teve agulhas introduzidas no corpo e cabeça, durante ritual de magia negra, teve alta hospitalar e foi entregue aos cuidados da avó materna durante essa semana.

A menina ficou na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), e passou por quatro procedimentos cirúrgicos para a retirada das agulhas. Apenas a agulha do abdome foi retirada e a criança vai continuar passando por acompanhamento da equipe médica.

Os pais da criança foram presos e indiciados pelo crime de tentativa de homicídio. Segundo informações da Vara da Infância e Adolescência da Comarca de Jaciara o magistrado determinou que a avó materna da criança ficasse com a guarda do bebê.

SOBRE O CASO

Um Boletim de Ocorrência (BO) foi registrado na cidade de São Pedro da Cipa (63 Km de Rondonópolis), no dia 12 de dezembro de 2016 onde uma menina de três meses de vida estava com vários sinais de cortes nos pés e hematomas na cabeça.

Leia também:  Caminhoneiro é resgatado após ser mantido refém por 12 horas

LEIA TAMBÉM 

São Pedro da Cipa | Pais são presos e bebê de três meses é internado com agulhas na cabeça

Médicos falam sobre estado de saúde de bebê internado com agulhas na cabeça

Magia Negra | Investigação aponta que bebê com agulhas pelo corpo foi torturado em ritual

Magia Negra | Bebê deve receber alta nos próximos dias

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.